| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

O FOLHETINHO de Guarulhos
Desde: 25/10/2003      Publicadas: 339      Atualização: 06/08/2017

Capa |  Atletas  |  Agenda de Eventos da Levadinha  |  Filosofia, Saber e Religião.  |  Imagens Eventos.  |  Memórias  |  SAFARI CULTURAL  |  SAFARI ESPORTIVO  |  VIP


 Memórias

  27/12/2013
  0 comentário(s)


Talento jogado no lixo

Eu vivi o maior exemplo de como NÃO se tornar um campeão. Enquanto atletas de fato treinavam para vencer, eu sonhava vencer. Vivia com a cabeça nas nuvens executando caminhadas e trotes longos, como sair da minha casa em Guarulhos e me perder em Mairiporã, passadas acompanhadas por pensamentos de pódio, pessoas aplaudindo minhas façanhas e minhas fotos estampadas nas manchetes dos jornais. Até disputar psicologicamente com Bergara e Romão na pista do Esportivo. Eu adorava me exibir nas dependências do clube, notadamente após uma vitória ou um bom resultado no campeonato paulista de marcha. O meu recorde paulista dos dois mil metros não foi homologado por um problema de cronometragem. Abandonei o torneio, quando eu deveria ter assegurado o meu título de campeão e treinar para superar outras marcas. Hoje estou fora das pistas com a convicção de que poderia ter dado rumos diferentes no esporte se não fosse à mania de sonhar acordado. O mesmo erro é cometido hoje por tanta gente, e isso me surpreende. Eu sou do tempo das cavernas (kkkk) e a internet trouxe mais sonhadores ao time de derrotados. Os grandes campeões não vacilam, acontecem pra valer. Querer vencer é estar no caminho errado. Tem que trabalhar pesado e concentrado para se tornar campeão. Precisei de seis décadas de vida para perceber o valor do Agora. Até hoje eu me debato para vencer a Síndrome do Pensamento Acelerado. Foi muito talento jogado no lixo!

Talento jogado no lixo
  Autor:   Álvaro Levadinha


  Mais notícias da seção Papo de Rede no caderno Memórias
04/08/2015 - Papo de Rede - Ponto de vista: Treinamento, lesão e recuperação
Sempre que vejo um atleta profissional lesionado, fico no desespero. Se uma pessoa que vive do esporte e para o esporte, tendo amplo conhecimento da mecânica do movimento, da fisiologia do exercício, contando com assessorias esportivas, médicos, tecnologia, passa por isso......
25/12/2014 - Papo de Rede - LEVADINHA(S) X Corrida do Batom.
No trabalho de 12 anos, mais de 135 competições, 74 pódios, títulos importantes principalmente na distância dos 5 km como Troféu Independência do Brasil, Circuito de Corridas de Guararema, 5 km Internacional de Guarulhos, Corrida do Internacional Shopping, Volta da Penha. Tudo isso e um grande desafio que nos assombra através dos tempos: Precisamo...
14/10/2014 - Papo de Rede - Velhinho voador
Hoje aconteceu uma situação hilária na Corrida Santos Dumont. O João Baptista Ruza, de 77 anos, meu pupilo, competia na distância de 4,2 Km e se perdeu pelo caminho. Ele, que tem dificuldades visuais, solicitou ajuda de um soldado que fazia trabalho de estafe na corrida. O militar segurou o nosso atleta pelas mãos e o encaminhou até o lugar certo, ...
05/08/2014 - Papo de Rede - Ordem é Progresso.
Há uma maneira certa para todas as ações, todos os projetos, no tempo certo e do modo mais correto. Organização, disciplina, cada item no seu lugar. Precisa lei e cumprimento dos procedimentos. Sem isso, nada tem sentido. Ordem É Progresso....
05/08/2014 - Papo de Rede - Pula Pula.
MACACO QUE MUITO PULA QUER CHUMBO. Na história vimos grandes pessoas que ao chamar atenção simplesmente foram destruídas ou caçadas meramente pela inveja, ciúme ou mesmo pela incompreensão dos seus pares. O segredo é ficar caladinho e, mineiramente, comer pelas beiradas da sua tigela....
05/08/2014 - Papo de Rede - Buscas e caminhadas.
A verdade mora dentro de cada um de nós, sendo assim, sempre achamos que tudo o que serve para nós deve necessariamente servir aos outros. E vamos pregamos a nossa fé baseados em livros como a Bíblia, o Alcorão e outros tratados, e obrigando nossos amigos e familiares a seguirem as nossas "verdades" e crucificando todos que não entendem o nosso pes...
05/08/2014 - Papo de Rede - É preciso brilhar.
Não exijo perfeição, mas caminhar comigo tem um preço, e o liga tem que amar o que faz, vestir a camisa e suar. Isso eu aprendi com o passar dos anos, até porque fui descuidado com os meus empreendimentos no passado. A vida só pode ter sentido para aquele se apaixona pelos seus talentos e os coloca a serviço da humanidade.É preciso brilhar!...
02/05/2014 - Papo de Rede - Sobre Airton Senna da Silva
Ídolo nacional, maior esportista do planeta. Metódico, inflexível, dinâmico ao extremo, egocêntrico, individualista, mafioso quando o assunto era a pista, o carro, o circuito e o pódio. Visto por todos os ângulos, alguém para se amar, admirar e odiar...
01/03/2014 - Papo de Rede - Vai na fé, vaI!
Coisas de berço e me ensinaram que eu deveria andar com a multidão. E passei a vida às margens do tal caminho da multidão. É proibido pensar diferente e eu sempre estou na marca da cal, e alguém acaba chutando as minhas esperanças para a linha de fundo. Mas eu sou forte como o aço e vou renascendo nas cinzas dos meus pesadelos ou dos pesadelos dos ...
15/02/2014 - Papo de Rede - As armadilhas das vaidades
Se eu voltasse no tempo eu faria tudo de novo no esporte e na minha profissão. Salvo umas raras amizades dos tempos de Letraviva, eu não suporto pensar que perdi tanto tempo na vida sonhando que era poeta. Gente nasce para correr, ou gente nasce para escrever....
11/07/2013 - Papo de Rede - Pensamentos do Levadinha
Os autodidatas dominam o mundo do esporte e da guerra há séculos. As táticas militares podem ser bem aproveitadas no esporte de alto rendimento. Ser franco-atirador é uma vantagem, exatamente pela estratégia de atirar e recuar, esconder-se nas sombras. O golpe certeiro e inesperado. Só sentir o momento. Carece apenas de treinamento e sensibilidade....



Capa |  Atletas  |  Agenda de Eventos da Levadinha  |  Filosofia, Saber e Religião.  |  Imagens Eventos.  |  Memórias  |  SAFARI CULTURAL  |  SAFARI ESPORTIVO  |  VIP
Busca em

  
339 Notícias